Documental Casa da Bisa Iti | Gramado/RS

Dia das 4 mães

Este é, com certeza, o post mais significativo desse blog. Afinal, é a história da minha família. A história do meu primeiro Dia das Mães, bem como da minha esposa. Consegue imaginar o quão grandioso e especial foi registrar cada detalhe desse almoço? Celebrar através dos cliques e tornar cada segundo desse dia algo eterno através da minha fotografia. Que presente imenso!

A fotografia documental entrou na minha vida num dos primeiros congressos que participei. Lá vi grandes figuras, como Renato D'Paula e Grazi Ventura, falarem sobre essa categoria. Já tinha ouvido falar antes, mas nunca com tamanha propriedade. Me apaixonei, me emocionei, queria colocar aquilo em prática. Não aconteceu. Os clientes ainda desconhecem como funciona, alguns se sentem invadidos com alguém registrando cada movimento durante um dia inteiro, mas pensem o quão único isso é: são as memórias tomando forma, são fotos que ficarão pra sempre na história, são lembranças que futuramente terão cor, sensações... Sabe quando paramos pra lembrar como era nossa infância, como os melhores momentos aconteceram? Na fotografia documental tudo isso está registrado. Sem maquiagem, sem roupas especiais, o dia a dia sendo exatamente como é.

Fazer esse 'teste' com a minha família, num dia tão especial, fez com que tudo tivesse um significado ainda mais único. Minha avó, minha mãe, minha esposa e nosso filho - nossa família reunida sob as minhas lentes. Confira e deixa aqui nos comentários a tua opinião!

Que mais documentais como esse aconteçam, eu já não vejo a hora!

Tags

ensaio documental fotografia documental fotógrafa documental fotógrafa gramado